Planejamento: Etapa fundamental para qualquer projeto

O planejamento estratégico é o trabalho de preparação para qualquer empreendimento no qual se estabelecem os objetivos, etapas, prazos e meios para a sua concretização. Eficaz tanto para alcançar os resultados da empresa, quanto no aperfeiçoamento do trabalho de seus colaboradores, permite ver a empresa como um todo e desenvolver métodos e estratégias eficientes para o seu crescimento.

De acordo com Roberto Nascimento Azevedo de Oliveira, professor do Núcleo de Estudos do Varejo da Escola Superior de Marketing de São Paulo (ESPM-SP), o planejamento contribui para o posicionamento adequado da organização. Ele é realizado com o conhecimento das demandas e necessidades do mercado em que a empresa atua e, principalmente, do seu público-alvo, fazendo com que o negócio seja o mais assertivo, rentável e sustentável possível, destaca.

O planejamento estratégico é feito por meio da criação de um processo gerencial estruturado a partir de um método que privilegia a visão sistêmica da empresa inserida em ambientes (interno e externo), bem como a participação de suas lideranças no seu desenvolvimento, afirma Oliveira.

O especialista também destaca sobre as organizações que não seguem esse planejamento, muitas vezes pela falta de tempo em elaborar o seu plano. Não podem existir desculpas pela falta de planejamento na organização. Essa deve ser uma tarefa incorporada na cultura da empresa e deve ser sempre compartilhada, envolvida e comprometida por todos os funcionários, afirma.

Etapas do planejamento

Ao adotar um plano estratégico, a empresa deve seguir algumas etapas, são elas:

- Analisar e mensurar o seu negócio: Para que o projeto seja bem sucedido, é importante obter informações e conhecer o negócio. Sem isso as outras etapas ficam prejudicadas, afirma Oliveira.

- Posicionar e segmentar: Após recolher e organizar as informações necessárias, o próximo passo é definir a segmentação, ou seja, conhecer detalhadamente o público-alvo. É nessa etapa que a empresa deve analisar o seu foco e posicionamento perante o mercado e o consumidor, explica Oliveira

- Definir o mix de produtos e marcas: Nessa etapa devem-se organizar as informações que vão orientar o negócio, ou seja, saber quais são os concorrentes e fazer algo diferente da maioria. Observando a concorrência, é possível perceber grandes possibilidades de melhoria.

- Criar a visão e missão: A visão é como a empresa deve ser vista, o que deseja realizar ou aonde quer chegar. O que a sua empresa quer ser no mercado, qual é o seu sonho? Ao contrário da missão, que descreve o presente, o agora, a razão de a empresa existir.

Exemplo:

Missão - "Nossa missão é oferecer a todos os clientes um meio de locomoção a pequenas distâncias para pessoas e cargas com um grau de confiança superior aos produtos oferecidos por empresas semelhantes no mundo inteiro." (Indústria líder na fabricação de elevadores).

Visão - "Nosso negócio é preservar e melhorar a vida humana. Todas as nossas ações devem ser avaliadas com base em nosso sucesso em lograr esse objetivo." (Indústria farmacêutica).

- Criar seus Valores: Os valores representam um conjunto de crenças essenciais ou princípios morais que informam as pessoas como devem reger os seus comportamentos na organização e devem ser criados de acordo com o que a empresa acredita. É nessa etapa que entram os valores humanos, como responsabilidade social e sustentabilidade, buscando um mundo melhor, afirma Oliveira.

- Criar objetivos: Os objetivos são elementos que identificam de forma clara e precisa o que a empresa pretende alcançar e direcionam em processos de mudanças e desenvolvimento. Quando há um objetivo, fica muito mais fácil e mais rápido chegar onde se quer.

Data da publicação: 15/08/2014