11 anos de UniverSeg: desafios e futuro

Diretor Executivo da Bradesco Seguros fala sobre as conquistas e os próximos anos para a área de educação do Grupo

 

Lançada em 2004, a UniverSeg veio com o objetivo de levar a corretores e funcionários do grupo Bradesco Seguros mais do que conhecimento: a bagagem histórica de um grupo que tem a educação em seu DNA. Para contar um pouco mais desta experiência, no mês em que completamos 11 anos, entrevistamos Eugênio Velasques, Diretor de Gestão de Pessoas e UniverSeg da Bradesco Seguros.

Engenheiro mecânico, pós-graduado em marketing e em seguros, Velasques possui ainda MBA Executivo em administração de empresas. Com mais de 20 anos de experiência na área de vendas de seguros, ele atua desde o início da UniverSeg e revela a seguir os desafios para manter a instituição atualizada e na vanguarda, em um mercado em constante crescimento.

Data da publicação: 01/04/2016
  • UniverSeg O que podemos destacar nestes 11 anos de UniverSeg?

  • Eugênio Velasques: O desafio de fazer uma universidade corporativa é muito grande. Passa pela decisão arrojada do início e pelo desafio da continuidade e crescimento consistentes, do aumento da disponibilidade de cursos sendo feitos de forma presencial ou a distância, e da revisão e modernização dos conteúdos de todos os programas. E ainda pela modernização de ferramentas e mecanismos que proporcionem para a UniverSeg mais trânsito e atração, seja através de concursos ou de programas de incentivos, aqui muito bem representado pela Maratona do Conhecimento, que é um ciclo importante na ativação do desenvolvimento das competências que a organização preserva e privilegia.
     

  • UniverSeg O que representa a continuidade da UniverSeg por 11 anos?

  • Eugênio Velasques: Costumo dizer que aprendizado é uma corrida sem linha de chegada. É preciso aperfeiçoar todos os dias. Não só produtos e serviços que vão aparecendo no decorrer do tempo – e que temos de preparar os corretores de seguros e nossos executivos das sucursais para poderem nos representar – mas também de manter a preparação daqueles produtos e serviços já existentes. Cada dia que passa aumenta a complexidade em termos de números de produtos, qualidade e diversidade de serviços e de aparecimento de novas tecnologias.
     

  • UniverSeg O que a UniverSeg faz para se diferenciar e atrair a atenção dos corretores, colaboradores e de todo o grupo?

  • Eugênio Velasques: Uma revisão constante da forma da comunicação de todo o conteúdo que está na UniverSeg, seja de forma presencial ou remota, é muito importante. As novas pessoas que entram para a organização passam a ter acesso a materiais já revisados, livros e apostilas digitais, videoaulas e tutoriais para aprender a utilizar os sistemas. Cada vez mais se exige do nosso negócio e fora dele, seja por aspectos regulatórios, como atividades ligadas à governança corporativa, compliance, ações para desenvolvimento, programas de prevenção à lavagem de dinheiro e adaptação a circulares do mercado através da Susep e da ANS. O conhecimento tem que estar ao alcance das pessoas em qualquer hora.

  • UniverSeg Quais são os objetivos para os próximos anos?

  • Eugênio Velasques: Continuidade do trabalho e a perseverança de buscar cada vez mais a excelência nos programas que são feitos. Em 2015 já tivemos cerca de 12 mil participações de funcionários nos nossos programas, sendo presenciais ou remotas, e de mais 20 mil corretores, dando um total de 32 mil participações de janeiro a abril. Muita universidade ou escola não consegue gerar o número de horas de treinamento que geramos. Cada hora de treinamento requer horas e horas de montagem e discussão de todo o material para que se possa ter a forma mais didática, lúdica e fácil dessa transmissão de conhecimento.

  • UniverSeg Como a UniverSeg trabalha para se manter atualizada perante as mudanças do mercado?

  • Eugênio Velasques: Através de pesquisas, de conhecimento de campo e de entendimento do negócio. Isso só é possível, porque temos uma estrutura dedicada para fazer esse acompanhamento. São cerca de 90 pessoas que giram em torno da UniverSeg e fazem com que haja cada vez mais conteúdo, através de encontros com corretores e funcionários e sugestões colhidas em nossas reuniões periódicas com essas equipes, colocando em pauta desafios e oportunidades que possam ser explorados hoje ou em um futuro próximo. É preciso estar preparado para apresentar à sociedade no aspecto também educacional o que é a cultura do seguro. A educação faz parte do nosso DNA há muitos anos, não é um modismo e sim um modo de proceder e ser.

  • UniverSeg Quais as principais diferenças entre o lançamento da UniverSeg e o momento atual?

  • Eugênio Velasques: Uma grande transformação foi o desafio de se manter sempre moderno, atualizado. Nesses 11 anos vivemos a evolução tecnológica, a evolução da disciplina do conhecimento, bem como a adaptabilidade das pessoas através das novas ferramentas e de novos mecanismos que foram aparecendo. O e-learning cresceu de forma muito intensa no Brasil nos últimos anos. Além disso, através da UniverSeg, auxiliamos a habilitação de corretores perante a Susep. Todo corretor de seguros recebe uma certificação da Susep que é ligada ao Ministério da Fazenda, então é uma das poucas profissões de venda – corretores de imóveis também, através da carteira do CRECI – habilitada por um órgão federal, o que torna a responsabilidade muito grande não só em formar como em habilitar esses profissionais.

    E para o nosso pessoal interno, também trazemos ferramentas de gestão mais avançadas, MBAs corporativos, feitos dentro e fora da companhia e programas de desenvolvimento gerencial de alto nível sendo feitos no Brasil e no exterior. Então nós vamos desde a nossa chamada Pílula de Conhecimento, que é uma ferramenta do dia a dia, semelhante às Dicas, até programas de formação de executivos no exterior, além de acesso a seminários, conferências, congressos, intercâmbios com universidades, entre outros elementos da cadeia do conhecimento.

    Além do desafio técnico, também temos o desafio comportamental, com as novas ferramentas de gestão, das novas gerações, de saber como inserir um novo cliente e um novo funcionário. O maior desafio é o de se manter sempre atualizado, se manter nessa corrida sem linha de chegada com vigor e preparo físico e principalmente sabendo que não podemos parar. Se você parar, alguém vai atropelar você: ou o seu cliente vai mudar de fornecedor ou o seu prestador de serviços – seja ele de venda, da oficina ou médico – vai procurar outra seguradora.