O trabalho voluntário como forma de agregar valor à marca

O trabalho voluntário vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. E as empresas estão apostando cada vez mais nessa estratégia como forma de agregar valor à marca. Na entrevista abaixo, a fundadora da ONG Parceiros Voluntários, Maria Elena Pereira Johannpeter, fala sobre o cenário do voluntariado no Brasil e os benefícios dessa prática para as empresas.
Sugestão de leitura:Maria Elena Pereira Johannpeter e a jornalista e escritora gaúcha Lilian Dreyer lançaram em 2008 a obra “O Quinto Poder - Consciência Social de uma Nação”. O livro reúne análises e questionamentos de 12 dos maiores especialistas nacionais e internacionais sobre o Terceiro Setor, a atuação da sociedade civil organizada e o voluntariado.

Data da publicação: 12/08/2014
  • UniverSeg Quais os benefícios que a adoção de programas de voluntariado tem trazido para as empresas?

  • Maria Elena Pereira Johannpeter: Os benefícios começam dentro da empresa, para os colaboradores. O incentivo da prática do voluntariado agrega valor para o relacionamento interno das organizações. O quadro funcional se sente prestigiado ao participar de iniciativas de voluntariado, pois vê que a empresa está preocupada com o seu entorno. Esses projetos também podem ajudar a desenvolver entre os funcionários habilidades organizacionais como a liderança. Já os clientes, percebem nessa marca a preocupação em ter uma atitude de responsabilidade social. Todos os lados saem ganhando.

  • UniverSeg Como implantar o trabalho voluntário em uma empresa?

  • Maria Elena Pereira Johannpeter: Um dos primeiros passos é realizar pesquisas para verificar o que os funcionários pensam com relação ao tema e até mesmo ver se eles já participam de alguma iniciativa. É preciso também estabelecer metas e indicadores para o projeto. Outra coisa que é importante lembrar é que a metodologia do trabalho voluntário não pode ser imposta, ela tem que ser construída.

  • UniverSeg Como as empresas que praticam ações de trabalho voluntário têm sido vistas pelos consumidores?

  • Maria Elena Pereira Johannpeter: No Brasil, ainda não existe nenhuma pesquisa com relação a isso. Se analisarmos as pesquisas dos Estados Unidos, é possível verificar que as marcas que possuem projetos de responsabilidade social são as preferidas dos consumidores. No Brasil, ainda não há dados concretos sobre isso, mas já se percebe que as empresas que fazem intervenções na comunidade são mais respeitadas.

  • UniverSeg Como está a relação entre o setor privado e o voluntariado no Brasil?

  • Maria Elena Pereira Johannpeter: O voluntariado no Brasil teve uma grande expansão, de uma forma geral, não só nas empresas. Houve uma ampliação da consciência de que ninguém pode resolver todas as questões sociais sozinho (seja o governo, as ONGs ou as empresas). Os brasileiros estão ficando mais conscientes sobre seu papel de cidadãos.

  • UniverSeg Como divulgar as ações de voluntariado sem passar a imagem de oportunista?

  • Maria Elena Pereira Johannpeter: Para mostrar a seriedade do seu trabalho, o ideal é que as empresas apresentem os resultados. Ao publicar somente o balanço social (que é composto só de números), pode abrir espaço para dúvidas. As pessoas podem questionar: quanto será que ela está pagando por essa publicidade? Será que supera o valor investido no programa? A chave é divulgar de forma completa e transparente, pois assim criase respeito pela marca.